Livros e Artigos

[disponibilizo livros e artigos para download em Academia.edu e Scribd]

Páginas

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

E-Drugs

Acabo de receber da Beta Werlang.
Novo fenômeno da internet, as "e-drugs" invadem a França
[Fonte: Terra, 11 de agosto de 2010, 06h02, atualizado às 06h58]
Um novo fenômeno da internet começou a ganhar força na França com o nome de "e-drugs", ou drogas digitais sonoras, com efeitos ainda desconhecidos.
As "e-drugs" se baseiam em um fenômeno neurológico que consiste na emissão de sons diferentes em cada ouvido e que estimula o cérebro, produzindo sensações de euforia, estados de transe ou de relaxamento. As sessões possuem entre 15 e 30 minutos de sons que podem ser obtidos em sites especializados a preços que variam de sete a 150 euros e transmitem sensações fora do comum aos usuários.
A imagem do consumo desta "droga", por exemplo, um menino tombado na cama de seu quarto escutando música, está longe das provocadas por substâncias que fazem parte da lista de entorpecentes. Estes produtos nasceram nos Estados Unidos, mas o sucesso e as novas tecnologias os espalharam rapidamente pelo resto do mundo, o que despertou o alerta de certos setores, apesar de alguns analistas acreditarem que não existe risco de dependência.
Fontes da missão interministerial para a luta contra as drogas e a toxicologia da França explicaram à EFE que se trata de um fenômeno que não é "nem alarmante, nem emergente" e que, por enquanto, não tem motivo para ser proibido. No entanto, as drogas digitais invadiram a França nos últimos dois meses e, por enquanto, seus efeitos são desconhecidos e não há estudos realizados sobre o assunto no país.
Especialistas em neuropsicologia observam que os sons relaxam, ajudam na concentração e são usados com fins terapêuticos para algumas doenças como o autismo. Certas frequências podem estimular a imaginação ou a criatividade, o que poderia criar as alucinações que os consumidores afirmam ter durante ou após as sessões.
Existe um alerta sobre a possibilidade de que, com o tempo, as drogas digitais possam provocar disfunções cerebrais. Os possíveis perigos das "e-drugs" não parecem preocupar os jovens, que compartilham suas experiências nas redes sociais, onde recomendam as melhores doses.
"Senti chamas em meus braços, que desciam gradualmente até os dedos dos pés, tinha a impressão de que meu braço pesava uma tonelada e um dos meus dedos estava curvado. Então comecei a me sentir muito estranho. Foi genial", relata "Sugar Killer", além de dizer que viu uma tartaruga, um elefante verde e até Papai Noel nos pés de sua cama.
As drogas mais populares da rede têm nomes sugestivos, como Orgasm, Peyote, Marijuana ou Lucid Dream. "Meu coração batia muito forte e eu tremia como um louco. Após a dose, me acalmei e parou. Respirei forte e achei que foi ótimo. Efeitos depois da dose: excitação e vontade de fazer muitas coisas. A vida é genial", diz uma usuária apelidada Larta.
As sessões são divididas por temas. Assim, é possível encontrar algumas prescritas para desenvolver a imaginação, aproveitar mais uma partida de videogame ou atividades esportivas, ou até mesmo para aumentar o prazer das relações sexuais. "No início, nada de especial, como sempre, relaxamento muscular... mas depois de dez minutos me senti muito bem. Tinha mais sensibilidade em minhas extremidades, e de repente tive uma ereção", comenta outro internauta.
"Comecei a escrever em inglês como um romance de verdade, as ideias fluíam pela minha cabeça. Não tive a necessidade de olhar o dicionário, as palavras vinham sozinhas. Não tinha acabado de escrever uma cena e já tinha a seguinte na cabeça", assegura Aiana. Apesar das dúvidas sobre seu consumo, as "e-drugs" se proliferam rapidamente graças às redes sociais.

14 comentários:

Anônimo disse...

Hahahahaha.

O melhor está nas entrelinhas. Uma imagem vale por mil palavras, como dizem...

Abraço.

Luiz Alberto

Anônimo disse...

Tive acesso a estas e-drugs, conheci como i-doser e realmente foi uma experiência válida, para quem for testar, recomendo a dose "hand of god", que provoca relaxamento muito similar a otras cositas...ah e não paguei nada por isto, ouvi na casa de um amigo, não sei de onde o cara tirou, mas ele tinha várias destas doses no pc.

Thiago Lima

Anônimo disse...

hehe
pode ser feito download gratuitamente e ainda tem dicas de como utilizar...

http://idoser.blogspot.com/2007/05/modo-e-dicas-de-uso-do-i-doser.html

Ri disse...

hahaha..vamos ver se dá onda mesmo!
Baixarei

Fernando Piccoli disse...

Certo, o que não inventam...

Quantos arquivos desses "i-dose" podem ser baixado sem que se entre no 33 da lei 11343?

dudu castillo disse...

alguns gigas

Zé disse...

"a vida é genial"

Marcelo Mayora disse...

Em mim não bateu.

Anônimo disse...

Em qual site pode baixar essas e-drogs?
postem ai

Anônimo disse...

terceiro comentário, mas repetindo para os desatentos:

http://idoser.blogspot.com/2007/05/modo-e-dicas-de-uso-do-i-doser.html

Guilherme disse...

Experimentei...

Uau!! Legal....

Fiquei em duvida se ia fazer efeito em mim!Tirei os aparelhos, coloquei headphones e pressionei para manter o som...apos um tempo meu irmao veio reclamar que ia estourar os headphones e não meus timpanos, esses ja nao funcionam!
Bem parecido, fica legal. Mas parece os efeitos que acontecia quando adolescente ficava em casa a volume total curtindo o The piper at the gates of dawn. Ou quando tocava com agalera na garagem;sim surdo tb toca instrumento.
Faltou mais um pouco e parecia depois de uma sessão intensa de surf. Ou apos escutar pennywises e RATM andando de SK8 na Swell.

Bem, fica o relato!

Forte abraço

Anônimo disse...

Segue algumas e-drugs de arrebentar: Iced Eart, Iron Maiden, Judas Priest, Black Label Society.....

Anônimo disse...

Cuidado com essas "doses" desse site: http://idoser.blogspot.com

Que esse maluco aí em cima divulgou, ele coloca mensagens subliminares nelas.

Avisados!

Anônimo disse...

eu vi esse tipo de som . baixei pra ver como que era mais não fiiz nad do que diz pra fazer como usar: headphones, nein fiquei trancado no escuro . mais só por começar a ouvir esse som minha cabeça e a da miinha iirmã começava a doer estou tentando estudar mais sobre isso, mais tbm não vou cair nessa tentação desse som.